quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Se alguém se lembra levante o braço

Duvido que alguém se possa gabar de não haver uma única música que o faça, pelo menos, esboçar um sorriso de saudade.
Para mim há uma quantas que me provocam emoções completamente diferentes, mas não contraditórias. Continuo a arrepiar-me de cada vez que ouço o "Grândola", quase que me enraiveço por a vida não se repetir de cada vez que me chega aos ouvidos o "Verão Azul"...
E há sempre, mas sempre, uma música especial que continua a ser especial por mais que os anos passem. Não sei a razão mas sempre achei "sugar baby love" especial; talvez por me relembrar a adolescência, a turma do liceu, o dia seguinte quando se chegava à primeira aula: ouviste ontem os discos pedidos do rádio clube? passaram os rubettes e o cat stevens!
Talvez o melhor seja mesmo nem tentar encontrar uma razão.
Sei que os que escolhi parecem hoje um bocadinho foleirotes, encenadinhos demais; mas liguem lá a mtv: passam horas e horas a ver tipas todas do mesmo género, lábio pintado de dourado, cabelo escorrido, cantando o mesmo tipo de música e todas elas com um annnhhhhh no refrão tipo ajudem-me-que-tenho-prisão-de-ventre.
Coragem e carreguem no botão (vá lá, aprendi hoje a pôr vídeos nisto).

4 comentários:

Zig disse...

Graças ao Pop Up consigo escrever aqui e ao mesmo tempo esta coisa do vídeo carrega. Quem é que diz que os Rubettes são foleiros? Adoro! Canções como esta, I can do it, Juke Box Jive ou You're the reason why, fazem inteiramente parte da minha vida vivida na Alemanha! Bela sugestão!

Lumife disse...

Em boa altura me acolhi hoje "à sombra da azinheira..."

Não conhecia este espaço que passarei a visitar.

O tema musical traz-me boas recordações...

Convite para visitar o "Beja".

Agradecer a sua referência ao "Testemunhos" que em breve vai reiniciar a "postagem.


Saudaçoes

RCataluna disse...

Já não se fazem músicas assim! Adorei o post!

Abraço!

Lumife disse...

Convido-o a visitar o "Testemunhos" que foi recentemente actualizado.


Um abraço