domingo, 3 de outubro de 2004

A quinta dos abortos

Náááá....! se pensam que venho para aqui defender o aborto ou mandar vir com o Paulinho dos Marinheiros, desenganem-se que hoje não estou para aí virado.

Hoje venho falar mal de meia duzia de abortos que aceitaram ser metidos numa quinta com a casa de banho lá ao fuuuundo, sem electricidade e sem TE-LE-MÓ-VEL!!! Diabo dos diabos: sem telemóvel! Já viram que alimárias????

Ora bolas, que haja famílias portuguesas sem electricidade, a quem importa isso?

E se essas famílias não tiverem electricidade nem água, que se lixem que o problema é delas, pois então.

E se não tiverem electricidade, nem água, nem pão, que se desenrasquem.

E se não tiverem electricidade, nem água, nem pão, e nem tampouco casa de banho, que se desenrasquem e que façam o serviço de cu ao léu, que é saudável.

E se ainda por cima tiverem cinco ou seis filhos, que arranjem uma televisão, mas que antes arranjem a electricidade, mas que arranjem também a água, e que não façam mais moços que é pra precisarem de pouco pão, e que comprem um telemóvel.

Ora gaita, então meia dúzia de abortos que aceitam ser metidos numa quinta com a casa de banho lá ao fuuuundo, sem electricidade e sem telemóvel (diabo dos diabos: sem telemóvel) são programa de televisão, não têm telemóvel e isso é notícia.

Mas as famílias que não têm água, pão, electricidade, casa, essas quando é que começam a ser notícia?

2 comentários:

Homem do Pau disse...

Abortos??? Isso deve ser um eufemismo!... Bela prosa, sim senhor

Homem do Pau disse...

Atão, essas postas????????