sexta-feira, 25 de agosto de 2006

Eis aqui o verdadeiro herói



Não! NÃÃÃÃOOOO! Estão enganados!! O herói é o coiote!

Ao contrário do que sinto pelo Tweety, o canário apaneleirado (apaneleirado sim senhor!) do "post" anterior, a minha admiração pelo coiote não tem limites. O bicho passa a vida a tentar um jantarinho e acaba sempre por levar com um combóio pelas fuças, ou pelo menos um autocarro, quando não vai por aí abaixo (fffiiiiiiiiiiiiiii... pum!) dum desfiladeiro batendo com o espinhaço mesmo lá no fundo.

É que nas histórias do coiote e do bip-bip (a galinha da pradaria que corre pra caraças) não há mais que dois-apenas-dois personagens levados a agir um pelo cru e urgente empurrão da fome, a outra pela necessidade de salvar o pêlo (neste caso as penas).

Aqui não há velha cegueta nem canário hipócrita pra desancar no pobre desinfeliz coitado que apenas tenta ganhar a vidinha de acordo com a prateleira para onde a evolução o atirou (poooorra! mas que frase, hein?). E nenhum dos dois, por isso mesmo, é intrinsecamente (outro palavrão) mau.

Digam-me lá se, mesmo se fosse só pela ausência de diálogos, o coiote e a galinha não eram mil vezes mais interessantes que toda aquela multidão de "actores" das novelas portuguesas.

3 comentários:

Zig disse...

Adoro esses desenhos animados. Tens por acaso um DVD ou Vídeo deles?

RCataluna disse...

Muuuuito melhor do que qualquer novela portuguesa! Estes desenhos são geniais.

Abraço e bom fim-de-semana!

Abade.anacleto disse...

Actores??!! Novelas Portuguesas???????!!!!!! Por favor, tudo menos ofenderes o coiote e a galinha com comparações estapafúrdias.
Um abraço e benção do Abade.