quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Zeca Afonso



23 de fevereiro - Vai fazer 20 anos que morreu o Zeca. Como não podia deixar de ser, a RTP sacode a água do capote, passando um documentário sobre a vida e obra do músico (à meia-noite e meia) e uma gravação do espectáculo de 29 de Janeiro de 1983 no Coliseu dos Recreios.
Claro que muito mais importante que isso é o C. Malato e a novela, que essa história de horários nobres não é para renegados anti-establishment.

4 comentários:

Kicker disse...

Esta é para ti...

...Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também

RCataluna disse...

O conceito de serviço público da RTP tem muito que se lhe diga...

Abraço!

Zig disse...

Desculpem contradizer, mas eu fiquei colado ao écran....

celtiberix disse...

Pronto, parece que já consigo comentar....
O que eu quero dizer não é que o programa não fosse para se ficar colado ao écran.
É simplesmente a falta de respeito da RTP ao mandar para altas horas da noite um programa daqueles, funcionando como se se tratasse de uma emissora funcionando num perfil meramente comercial.